RSS

Morreu em Belo Horizonte o Governador de Minas Gerais Aécio Neves.

20 jan

Morreu hoje em Belo Horizonte o Governador de Minas Gerais Aécio Neves.

Após um surto de humildade o Governado anunciou, no último dia 17/12, que deixaria a condição de pré-candidato à Presidência da República. Porém, após o pronunciamento diante da imprensa, o governador sentiu-se mal. Seu médico pessoal foi chamado e diagnosticou alteração nos batimentos cardíacos no político, recomendando repouso.

Aécio foi para casa. No meio da madrugada sentiu-se mal novamente. Foi internado sem que a imprensa tomasse conhecimento.

Hoje, ao amanhecer fora encontrado morto.  O corpo fora periciado, o que se pode adiantar sobre a causa mortis, segundo o médico legista, foi um ataque fulminante de ego. O governador que tinha, reconhecidamente, o ego inflado, ter de reconhecer que fora preterido em favor de José Serra foi um duro golpe ao qual não resistiu.

Ao chegar ao purgatório o ex-governador, que em vida fora comparado inúmeras vezes com JK, pelo choque de gestão que fez em seu primeiro mandato, fora sabatinado pelo Diabo e São Pedro com o intuito de decidirem para onde Neves seria levado. Deus, o juiz, apenas assistia para tomar a decisão final.

Sr. Aécio, iniciou São Pedro. Em uma visão superficial podemos dizer que o Sr. Foi um bom político, fez o choque de gestão em Minas. Minas avançou sem deixar ninguém pra traz, o Sr. Namorou a Miss Brasil, torceu para o cruzeiro, fez festa para seleção no Mineirão. Está entre JK e Fernando Collor, sem falar no populismo de Vargas.

O Sr. Acredita em reencarnação?

Sim Sr. São Pedro.

Por quê?

Muitas pessoas disseram que eu era a reencarnação de JK. Como ele foi um político brilhante, construiu a Capital Federal, eu acredito, fielmente, nisso.

O Sr. É JK reencarnado?

Com toda certeza. Juscelino recebeu investimento sem precedentes para construir Brasília e o fez em apenas três anos. Assim como ele, trouxe muitos investimentos para Minas que andava esquecida pelas grande indústrias e multinacionais.

Mas até as empresas de Minas saíra de lá, mudaram-se para São Paulo?

Isso foi fato isolado.

O Diabo sem perder sua grande oportunidade se intrometeu:

- Perder um dos maiores conglomerados de empresa do país, não deve ser tão ruim. Afinal quanto maior a empresa, maiores os benefícios e isenções fiscais. Dessa forma, Minas não perdeu um grande contribuinte, livrou-se de um problema. Afinal só os pequenos recebem os grandes tributos.

Veja bem. Não é bem assim. As grandes empresas  geram mais empregos diretos e indiretos. Por isso recebem mais isenções.

Deus:

O Sr. Afirma que os pequenos e médios contribuintes é que arcam com grande parte dos tributos?

De certa forma sim.

E o fato de essa mesma empresa, que migrou-se para São Paulo, ser a maior patrocinadora da campanha do Sr. E ganhar todas as licitações do Estado de Minas?

Coincidência.

Sim, disse o Diabo, eu acredito muito em coincidências.

O Sr. Tem JK como exemplo de homem, político e cidadão. E como o Sr. Vê o fato dele ter arrasado com a economia brasileira com sua brincadeirinha de ter uma cidade só para ele, longe dos problemas sociais?

Não vejo dessa forma, ele foi um visionário.

Ele quis se livrar das greves que assolavam o Rio de Janeiro. Disse São Pedro. O Sr. Construiria uma cidade para comandar Minas?

Antes do governador responder, foi surpreendido pelo Diabo, mas o Sr. Construiu, de certa foram, a nova sede do governo de Minas, onde foram gastos muitos milhões fica bem longe do alcance dos cidadãos mineiros.

A construção de uma nova sede era necessária, de forma a unir toda o governo de Minas que ficava em prédio separado.

Assim o Sr. Poderia fiscalizar melhor seus subordinados e censurá-los se houvesse necessidade?

Meus comandados tem poder de decisão. Jamais os censuraria.

Com riso entre os dentes, o Diabo emendou: Sr. Deixava para censurar só a imprensa, não é?

Jamais fiz isso.

E o fato de que em todo esse tempo de governo, nunca se falou mal do governo do Sr., é unanimidade? Todos em Minas o amava?

Não nem todos me amavam, mas também nunca fiz censura.

O fato de não ser amado por todos o machucou?

Um pouco.

Quem fez a censura em Minas, sua irmã?

Não. Não há censura em Minas.

E fato de vários jornalistas terem sido demitidos após notas criticando algumas atitudes do governo do Sr?

Coincidência.

Mais coincidência!!! E o fato de o jornal francês Le Monde, ter falado mal do Sr. E um jornal televisivo da capital mineira, disse exatamente o contrário, “o jornal francês Le Monde, fez inúmeros elogios ao Governador Aécio Neves”?

Desconheço!

O Sr. Sempre foi mal informado o ficou só agora?

Sem resposta!

Um diretor de jornalismo da TV globo em Minas foi demitido a pedido da irmã do Sr. Após ter sido transmitida uma matéria no Jornal Nacional sobre a cracolândia de Belo Horizonte, há 200 metros de uma delegacia?

Também desconheço essa informação.

Por que Minas passa sempre a imagem da Pasárgada?

Minas é a Pasárgada.

A imagem é comprada pelos veículos de comunicação do Estado. Se não obedecerem são punidos com a demissão.

Isso é o Sr., Diabo, quem está dizendo. Não há nada disso em Minas. Isso é da oposição.

Deus balançou a cabeça em tom de desaprovação. E disse, o Sr. Acha que não vimos as coisas acontecerem. Seu povo pode ser cego, mas não somos. Sabemos muito bem quem o Sr. É!

Diabo: o Sr. Era usuário de cocaína e foi ela quem fez seu coração parar!

Não! Nunca usei nenhum tipo de droga.

Não usou nem Eduardo Azeredo e seu mensalão?

Não sei nada a respeito do mensalão, não tenho nada com isso.

Pois para mim, isso foi Sr. Quem criou. O Sr é esperto, sabe se beneficiar das pessoas certas na hora certa. Azeredo já esteve por cima e o Sr. Esteve por lá, Ron dando, como quem não quer nada. Depois que ele foi pego, nem o conhece mais.

Voltemos a censura. O Sr. É considerado o Hugo Chaves de Minas. Como explica o fato de um telejornal ter mudado o conteúdo da matéria do jornal francês, sendo que o dono do canal é aquela mesma empresa que patrocinou a campanha do Sr?

Não se de nada disso, o que recebi do Le Monde foram elogios a respeito do choque de gestão.

Sem contar que o maior anunciante da mídia impressa mineira é o próprio Governo de Minas. É um ciclo vicioso, eles não falam mal do Sr em troca o Sr. Enche seus cofres.

O Governo precisa da imprensa e a imprensa do Governo.

Com matérias pagas nas quais falar mal do Sr e de seu Governo é proibido?

Eles não falam porque não tem o que falar.

Sr. Esse seu choque de gestão, chega a causar indigestão. Foi a única coisa que fez em quase 8 anos?

Claro que não. Asfaltei quase o Estado todo. Levei antena de celular para a zona rural.

Sobre o asfaltamento, por que Minas sempre lidera o ranking de números de acidentes em todos os feriados?

Porque tem a maior malha rodoviária do Brasil.

E o Diabo: A maior malha rodoviária e as piores estradas. Os maiores buracos, o asfalto de péssima qualidade…

O Sr. Era bem popular. O Sr acredita que uma mentira contada várias vezes vira verdade?

Sim.

O marqueteiro do Sr. Também conhece bem esse ditado, não?

Acredito que sim.

O Sr. Gosta de ser popular, não é?

Quem não gosta.

Hitler também era muito popular, diz Deus.

Os Professores da rede Estadual não recebem aumento de salário há doze anos!

É verdade.

Só isso que o Sr. Tem a dizer?

Não receberam aumento devido às circunstâncias, ao choque de gestão.

O Sr sabe do rombo que deixou nos cofres mineiros?

Não, não há rombo nenhum.

Sr Deus, disse São Pedro, não tenho mais perguntas. Essa cara é político até no inferno.

Deus vira-se para o Diabo: O Sr. Está satisfeito?

Satisfeitíssimo. Teremos uma excelente companhia.

O Sr. Está querendo dizer que vão me levar para o inferno? Logo eu que fiz tudo pelo meu povo, lutei por eles, tentei a todo custo dar-lhes o melhor.

Ainda não chegamos a nenhuma conclusão. Essa decisão é tomada em conjunto.

Aécio desesperado começa a chorar feito criança pirracenta, preciso ir para o céu, preciso encontrar meu avô.

Quem disse ao Sr que seu avô está no céu! As coisas aqui em cima são bem diferentes. Lá embaixo é só a pessoa morrer que é instantaneamente santificada. Aqui não, cada um passa por uma rigorosa avaliação. Seu avô só virou herói lá em baixo porque morreu antes da hora. Mas mesmo assim, antes de ser Presidente, ele deu muitos motivos para não ser bem-vindo ao céu.

Os três começam a decidir o futuro do Governador. São Pedro não quer levá-lo consigo para o céu, o Diabo está entusiasmado, terá uma grande companhia no inferno.

Antes da decisão, eu gostaria de fazer só mais uma pergunta, disse Deus:

Qual o interesse do Sr. Na Prefeitura de São Paulo?

Nenhum.

Por que o Sr. Fez uma doação no valor de 5 milhões para a candidatura de Gilberto Kassab? O Sr. Verdadeiramente havia desistido de se candidatar a Presidência ou foi só representação? Agora longe dos holofotes o Sr. Se desligaria do PSDB e como doou uma grande quantia para Kassab, aproximando-se, assim, do DEM, o Sr. Lançaria sua candidatura à Presidência longe do PSDB?

Fiz a doação sim, nosso partidos são aliados. Eu pensei nessa possibilidade. Doei o dinheiro visando interesse próprio, pois o PSDB de São Paulo é mais forte e eu sabia que perderia na eleição interna.

Até que enfim assumiu alguma coisa! Disse o Diabo, isso é ótimo, mas não vão ajudá-lo, não agora!

Sr. Aécio Neves, disse Deus, temos a decisão que define o futuro do Sr. Pela posição tomada pelos meus nobres colegas, São Pedro e Diabo, tomamos a decisão de que o Sr. Está mais à vontade, mais confortável no Inferno! Portanto, é para lá que o Sr. Vai.

Não! Não! Não! Por favor! Me deixa ir para o céu.

O Sr. Não preencheu os requisitos mínimos para ocupar esta posição, então o lugar do Sr. É o inferno. O Sr. Deveria ter sido mais humilde, menos ganancioso, olhado de verdade para o seu povo, não ter pensado só em se beneficiar, ganhar votos, ganhar eleições. Cessão encerrada!

O Diabo saltitante, pega nas mão do ex-governado e o leva para a porta em chamas rumo ao inferno.

Veja porque Aécio não merece ir para o céu:

Carta aberta ao excelentíssimo senhor governador, Aécio Neves

21 dUTC Janeiro dUTC 2008 por RockerTux

Não escrevi isso, mas achei interessante colocar aqui.

Caro Governador,
O senhor provavelmente não sabe, mas sou seu vizinho. Pelo menos 200 dias por ano, sou. Sinto-me quase íntimo de você. Já cheguei a folhear sua biografia autorizada. Moro no Estado que você governa, ora. Mas mais importante, conheço jornalistas de Minas Gerais.
Confesso que numa primeira vista seu governo parece excelente. Você sabe se impor. Namora com uma Miss Brasil, tira foto com times de futebol… Diria que você está entre Collor e JK. Falando em JK, já disseram que talvez você seja sua encarnação do Século XXI. Também acredito nisso.
JK fez Brasília. Um prodígio, uma cidade em três anos. Seus investimentos em infraestrutura foram sem precedentes, assim como o senhor tem feito com as belas Minas Gerais. Imagino o que fará no comando de nossa União.
O fato de JK ter arrasado a economia brasileira com a construção da capital é apenas um detalhe. Para que ficar se lembrando disso? É lógico que quando o senhor sair do governo de Minas e o próximo governador tomar posse, o seu já estará fora da reta. Os cofres mineiros estarão vazios e as dívidas, cheias. Mas “essa pica não será mais sua”. Assim como JK fez com o Brasil, você afundará Minas Gerais numa crise imensa.
Mas ninguém vai saber que foi você, então tudo bem.
Você, assim como JK tem apoio quase incondicional da população. Bom, Hitler também tinha. Creio que o marqueteiro do senhor também acredite que “uma mentira contada várias vezes torna-se uma verdade”. Com sua face estampada em cada jornal e revista mineiros, junto com legendas agradáveis e elogiosas. A imprensa está ao lado do senhor.
Mas a que custo?
O maior anunciante da mídia impressa mineira é o Governo de Minas. Bom, tivemos vários governadores criticados pela mídia, assim como é nosso atual presidente. Talvez eles não tenham a visão do senhor. Aécio Neves enxerga longe. Sabe que, sendo o maior anunciante, se os anúncios pararem, a mídia perde sua principal fonte de renda. Talvez com seus anos de treino de negociação para compra de Cocaí Coca-Cola, o senhor tenha aprendido algumas estratégias. Você percebeu que a mídia está nas suas mãos.
Mas espere, tal chantagem sería algo extremamente anti-ético!
Mas o senhor percebeu outra coisa. Controlando a mídia, você controla os valores. E controla o próprio fluxo da informação. A mídia se cala acerca de suas ações. Sendo assim, o senhor tomou a decisão mais óbvia que havia para ser tomada.
Censura.
Jornalistas mineiros não podem levantar a palavra contra o senhor, seus patrões os reprimem por sequer levantar uma proposta de matéria contra nosso querido governador. A classe dos jornalistas inteira se volta contra você. Mas não importa. O que são um punhado de jornalistas perto de 80% da população?
Senhor governador, só espero que a verdade venha a tona, antes de Minas Gerais se afundar em desgraça e chafurdar em vergonha. E espero que isso aconteça antes do senhor atingir a presidência de nossa querida União.
Sinceras considerações,
Tavos Mata Machado

  1. Lúcio Carlos

Sou jornalista em Minas, mais precisamente em um grande veículo de BH e posso dizer que vc não está errado. Nós, repórteres e editores recebemos críticas diárias sobre a “omissão” acerca dos defeitos da administração e da pessoa de nosso govs, mas a verdade é que poucos se dão conta que “a imprensa” não é comprada. Comprados são os donos dela. Os aristocratas decadentes que comandam o Estado de Minas, o deputado italiano ex-PSDB que comanda O Tempo, os bispos que comandam o Hoje em Dia, os lobos em pele de Carneiros que comandam a Itatiaia, os Marinho que comandam a Globo e a CBN. Na CBN se tem mais liberdade, e a rádio que toca notícia virou o único canal de críticas ao govs e a seus asseclas. Mas não é de graça e nem por puro altruísmo jornalístico. Eles metem o pau porque a sede da emissora, em São Paulo, quer eleger Serra a qualquer custo. Fecharam com o careca por lá. No mais, em Minas, não se fala mal de Aécio e suas peripécias com mensalão de Clésio, com Mater-Dei, Rio de Janeiro e etc. É triste, mas jornalistas também têm família, repórteres também precisam trabalhar. E o mercado por aqui é muito cruel. Cruel e corporativista, mesmo na concorrência. O Brasil precisa acordar pra isso, mesmo que seja em favor de outro tubarão, o Serra. Prefiro ver mais um paulista lá, que esse mineiro que desonrou e humilhou a imprensa local com a mão firme de seus assessores e de sua irmã, Andréia Neves. Mas engana-se quem acha que isso começou com ele. Com o episódio do mensalão mineiro pudemos relembrar na carne a força política e ditatorial do ex-gvernador e atual senador Eduardo Azeredo. Nada foi publicado nos grande sjornais que machucasse a imagem do fanfarrão com cara de bonzinho. O inventor do mensalão chegou a fazer visitas pessoalmente a redações de jornal em horário de fechamento, acompanhado de diretores da casa para mostrar aos repórteres insubordinados quem é que mandava. Para proteger Azeredo, alguns aceitaram até atacar Mares Guia, então ministro de Lula. A coisa aqui tá feia, só não vê quem não quer. vergonha, vergonha, vergonha!!!

 
2 Comentários

Publicado por em janeiro 20, 2010 em Uncategorized

 

2 Respostas para “Morreu em Belo Horizonte o Governador de Minas Gerais Aécio Neves.

  1. Fernanda

    janeiro 23, 2010 at 11:28 pm

    Olá, Dani. Confesso-lhe uma coisa inconfessável: sou avessa a longos textos políticos e bastante resistente a críticas literárias. Concordo com Rilke, quando ele afirma que a força da obra se perde à medida que fazemos das palavras uma outra coisa que não aquilo mesmo – mudamos a obra com nossos filtros e destruímos a possibilidade de olhar puro de cada leitor. Acredito na na experiência de leitura como um caminho a ser percorrido sozinho.

    Mas apesar da minha resistência a textos longos, gostei do teu espaço literário. Escreva sempre que o impulso vier.

    Caso vc se interesse, assino tb a coluna “Cotidiano Vegano”, no site da ANDA (www.anda.jor.br).

    Grande abraço vegano,
    Fernanda

     
  2. irinelia maria de oliveira

    maio 13, 2010 at 6:37 pm

    em 2003 enviei um livro para a dupla zeze di camargo e luciano com o titulo diario de uma fã,que receberam, pedia ajuda para publicar meu livro,ai veio este filme dois filhos de francisco,tinha que ser eles?e nao pedi pro romeu me mostrar como fã num programa d tv,conheçam a historia da mulher que passa por defilcudades financeiras enquanto outros gozam da sua inteligencia,entrei em depresao ao saber do filme, me alto medicando hoje estou bem,e tenho um deus,já pedi uma explicaçao e meu livro de volta e nada,zeze e luciano só gostam de quem podem tirar proveito,mas um dia a casa cai,zeze luciano,mostram suas caras.irinelia 037-9999-3896

     

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

 
Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

%d blogueiros gostam disto: